Minimalismo na Decoração

Minimalismo onde menos é mais

O minimalismo surgiu por volta da década de 60 como uma série de movimentos artísticos, culturais e científicos. Onde se utilizava apenas elementos fundamentais como base de expressão. É representado de uma forma mais abstrata e “crua”, que mostra mais a origem industrial e o material das peças ou obras.

O minimalismo se tornou também um estilo de vida, onde além da arquitetura e decoração, o modo de consumo também foi mudado, com aquela ideia de “menos é mais”. Mas o assunto ~vida minimalista~ fica pra outro post. Hoje vou falar mais sobre essa decoração que é simplesmente apaixonante.

A principal característica é sem simples e ter o necessário. Cômodos da casa sem um monte de bagunça ou móveis enormes e cheios de portas pra colocarmos mais e mais tranqueiras. Hahaha

O MINIMALISMO NOS AMBIENTES

Deixar os ambientes com menos ocupação possível, colocado só o necessário. Isso torna o ambiente além de mais arejado, também mais espaçoso. A sensação de liberdade é visível.

Minimalismo na Decoração

As cores são neutras e sóbrias, Cinza, preto, branco, rosinha. Mas não necessariamente precisam ser nessas cores pra serem minimalistas. O design faz toda a diferença, tanto nos móveis quanto nos objetos.

O MINIMALISMO NOS OBJETOS

Os objetos minimalista possuem formas geométricas simples, são móveis multifuncionais e com poucos elementos de destaque. É como se tudo fizesse parte de um todo. Sabe como?

Minimalismo na Decoração

Pra ter um espaço minimalista a organização é o segredo. Cada lugar é reservado pra cada objeto, sem muita informação além do que o objeto já tem. O legal de absorver essa ideia de decoração é que você começa a ser mais crítica com o que compra e o que guarda, quando se refere à “ocupar mais um espaço na casa”, e acaba deixando apenas aquilo que traz um sentimento de alegria ou necessidade ~real~.

COMO COMEÇAR UMA DECORAÇÃO MINIMALISTA?

Comece fazendo uma limpeza GERAL. Joga fora ou doe tudo aquilo que não faz diferença pra você. Deixa apenas aquelas coisas que você precisa ter o que te trazem algum bem-estar. O principal nessa hora é: NÃO TENHA DÓ. Joga fora aquele papel de bala que lembra o primeiro beijo.

Depois disso mude o ambiente. Pinta as paredes, deixa o ambiente mais claro, se tiver algum móvel sem utilidade nenhuma que só junta tranqueira, DOE. Com certeza tem alguém que precisa disso mais do que você. Se livra dos excessos e abra caminho pra novos móveis ou reorganize os que ficaram pra que fiquem de uma forma bem mais otimizada no espaço.

Organizando isso é só colocar cada coisa no seu lugar e patentear isso. A organização depois é bem mais fácil.

Os objetos minimalistas não são nada baratos, mas você não precisa necessariamente comprar coisas cara pra ter um ambiente assim. O principal da ideia dessa decoração é que seja simples, te traga alegria e proporcione mais liberdade no espaço. E também existem vários DIY super baratinhos que podem te ajudar a ter aquele objeto que tão deseja.

Quem ama esse tipo de decoração fala “EU \O/”

Comentários

Administradora por formação, blogueira por amor e metida a web designer por economia.

2 thoughts on “Minimalismo na casa”

Deixe uma resposta para Cáh Cancelar resposta