O uso do preconceito como auto afirmação.

A cultura do mundo em relação à beleza e preconceito sempre foi criar mulheres ~modelos de beleza~ cada vez mais magras e julgar quem está “fora do padrão”. Mas o que é esse fora do padrão? O que é fora do padrão pra você? Ou melhor…

VOCÊ DEFINE PESSOAS POR PADRÃO?

Eu sigo o blog da Lady Fofa há 1 ano. Não só porque ela é minha amiga do coração, mas também porque me identifico com os assuntos que ela aborda. ~Mas Cáh, a Lady Fofa é plus size~. Eu sei gente, e eu não faço parte do nicho Plus pra quem ela escreve. Mas o conteúdo dela me inspira porque ela fala sobre AUTO ESTIMA, ACEITAÇÃO e EMPODERAMENTO DA MULHER. Eu não faço parte do nicho Plus, faço parte do nicho SER MULHER.

E esse nicho ~ser mulher~ é o que deveria prevalecer entre TODAS. Mas não é bem assim que acontece. Já vi e ouvi por aí muitos comentários maldosos com gordas e comentários maldosos com magras. Tudo isso só pra pessoa se auto afirmar e se sentir mais “empoderada”. Mas isso não faz ninguém ser melhor, isso só faz diminuir a auto estima de outra.

Eu já falei sobre minha auto estima aqui no blog e hoje vou falar sobre o meu lado, pois é com ele que preciso lidar todos os dias. Mas quero deixar bem claro que eu sei que isso existe com todos os tipos físicos, mas não posso falar por eles porque não vivi. Vou contar a minha experiência e dar minha opinião que vale pra TODAS, tsá?

Recentemente eu li o comentário “quem gosta de osso é cachorro, homem gosta de carne”. A primeira coisa que pensei foi “Eita, que ~desnecessauro~, pecado”Imagem relacionada. E depois fiquei muito brava, já estava quase decidida a fazer textão no facebook HAHAHAH. Foi aí que resolvi escrever esse post.

Bom.. vamos ao jogo dos erros.

  1. Mulher NENHUMA é item de consumo. Se referir à mulher como carne pra homem é machismo e canibalismo né gente (Hahahahaha)! E se homem gosta ou deixa de gostar do teu tipo físico o problema é dele. Mulher tem que ter o corpo que quiser pra se sentir bem, se sentir bonita pra si e não pros outros. Vamos parar de achar que nosso corpo precisa ser do jeito aceitável pra homem. MEU CORPO, MEU TIPO FÍSICO, MINHAS REGRAS.
  2. Gorda, magra, branca, negra, alta, baixa. NÃO IMPORTA. Você é mulher! E usar ofensas pra outra mulher diferente de você pra se sentir bonita não é empoderamento, É PRECONCEITO!
  3. Homem gostar de como você é e elogiar é muito bem vindo, obrigada! Mas fazer disso a pilastra da tua aceitação com TEU corpo não é se aceitar, é ego inflado, e isso passa. Não dependa de elogios externos pra se sentir bonita, SE ELOGIE todos os dias. Essa sim é a tua pilastra. E se algum homem apontar pra você e te criticar, manda à merda ¯\_(ツ)_/¯.

Vamos parar de criar padrões pro nosso corpo. Já não basta esse padrão de mulheres super magras que não conseguem nem comer um burguer king? A melhor forma de quebrar tabus é não criando outros. Se aceite, mude o que quiser mudar em você somente por você e não por aceitação e ajude outras mulheres a se aceitarem. Seja uma mulher segura de si, empática e livre de preconceitos.

Beijos ❤

Comentários

Administradora por formação, blogueira por amor e metida a web designer por economia.

Deixe uma resposta